O festival Praia D’Cruz de 2018 foi um sucesso

O festival Praia D'Cruz de 2018 foi um sucesso

Também este ano o festival Praia D’Cruz da Boavista, agora na sua 29ª edição, terminou dois dias de música e entretenimento na bela praia da Cruz em Sal-Rei, Cabo Verde. Embora o festival tenha sido sempre gratuito durante muitos anos, este ano foi decidido cobrar a entrada, para ser comparada com os festivais de outras ilhas, com bilhetes válidos para ambos os dias a um custo de € 4,60, para um único dia € 2,70 . Esta escolha foi recompensada pelo grande número de pessoas que vieram de todo o arquipélago para participar no festival de verão mais popular de Boa Vista.

O verbete, de acordo com as palavras do vereador Djamilton Lima, tem contribuído para a minimização de custos, pois o Município já possui muitas despesas para diversos projetos mas sempre manteve uma expectativa muito alta para o sucesso deste evento, que envolve o população e também muitos turistas.

No primeiro dia os DJs locais iniciaram o festival, seguidos por artistas locais e por outras ilhas, como Fidjus di Codé di Dona (de Santiago), K Sol (de Santo Antão), Dynamo (do Sal, morando em Portogallo), Landrick ( de Angola) e Dope Vibe dj (de Boa Vista) no final.

No segundo dia, no centro do palco estavam DJ Dabliu e TChol, o grupo de música ragga B13 (de Boa Vista), o cantor Silvestre Gomes (da Guiné-Bissau), o grupo Kassav (de Guadalupa), os artistas Djony Cavaco & Jenifer Solidade (da Boa Vista e São Vicente), os rapper 2 Much & Blacka (de Portugal) e no final o Deejay Fatboy (de São Vicente).

A escolha dos artistas levou em conta a diversidade socio-cultural que caracteriza a população que vive em Boa Vista, estratificada por pessoas de diferentes partes do mundo.

Outras noticias interessantes

As tartarugas marinhas prosperam-apesar dos nossos erros

As tartarugas marinhas enfrentam uma série de ameaças naturais à sua sobrevivência, desde o desenvolvimento de seus ovos até a idade adulta.                                                                   

Cabo Verde – Governo aprova “Green Card” para estrangeiros que compram imóveis

O Governo de Cabo Verde aprovou a criação de um status diferente para quem possui uma segunda casa em Cabo Verde, emitindo um “Green Card” para estrangeiros, que oferece uma autorização de residência permanente por um período indeterminado, sob um decreto publicado no Boletim Oficial do país. A nova lei estabelece a possibilidade de isenção

A Reabilitação do Forte Duque de Bragança Para transformação do Museu

O Forte Duque de Bragança Construído há 200 anos, no ilhéu de Sal-Rei, na Ilha da Boa Vista, tinha a função de defesa daquele ancoradouro contra os então frequentes ataques de piratas e corsários à ilha da Boa Vista. Em despacho publicado pelo Ministério da Economia Marítima é autorizado o Instituto do Património Cultural (IPC)

Corrida de Kitesurfing King of Djeu

O King of Djeu é a nova corrida de kitesurf que ocorre na ilha de Boa Vista: a competição consiste em corridas mensais de Novembro a Março, onde os pilotos circulam duas vezes ao redor do Ilheu de Sal Rei, apelidado pelos locais como Djeu, começando e terminando na frente do restaurante Morabeza. Esta nova

Numero de hospedes Aumentou em Cabo Verde

O número de hóspedes em Cabo Verde aumentou 6,8% no terceiro trimestre deste ano e as dormidas 1,9% face ao período homólogo de 2018, informou o Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo os dados sobre Estatísticas do Turismo – Movimentação de Hóspedes, referentes ao 3º trimestre 2019, o Reino Unido continua a ser o principal

Morna Agora é considerado Património da Humanidade

News 12/12/2019 A morna, género musical típico de Cabo Verde, foi proclamada no passado 11 de Novembro, oficialmente reconhecida Património Imaterial Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), na 14ª reunião anual do Comité Intergovernamental que decorre em Bogotá, Colômbia. De acordo com o dossiê da candidatura,