Bios.cv

Associação Bios.cv

O BIOS.CV é composto por profissionais nacionais e internacionais de conservação da natureza, com um profundo conhecimento dos ecossistemas e espécies de Cabo Verde. Biólogos marinhos, veterinários, pesquisadores, professores universitários e empresários de ecoturismo, entre outros, vêm promovendo e preservando a biodiversidade de Cabo Verde e os ecossistemas marinhos e costeiros por 8 a 14 anos.

No BIOS.CV, você encontrará uma equipe técnica e humana preparada para executar várias tarefas relacionadas à conservação ambiental e desenvolvimento sustentável. Com uma longa história de coleta de dados para estudos científicos e com vasta experiência em educação e treinamento ambiental, os membros do BIOS.CV realizaram estudos, relatórios e ações para administrações nacionais e internacionais, centros de pesquisa e centros de ensino e empresas privadas, sempre oferecendo alta qualidade de desempenho em seus projetos.

A Filosofia de Bios.cv

A filosofia de Bios.cv é trabalhar em campo, com pessoal em campo e que conheça e cuide da natureza da terra.

Começa com uma visão dos problemas que afetam o meio ambiente e a conservação da natureza de Cabo Verde a partir de uma visão local, levando em consideração a idiossincrasia de Cabo Verde e apostando na formação acadêmica, conhecimento e crescimento e desenvolvimento local. Treinamento local, educação ambiental por meio de programas educacionais e de treinamento, juntamente com colaborações entre pesquisadores e professores locais e estrangeiros, promovem a conservação de ecossistemas e espécies com base na comunidade.

Os objetivos

Os principais objetivos do BIOS.CV são a conservação, o estudo e a proteção do meio ambiente (habitats e espécies), além de promover o desenvolvimento das comunidades locais por meio de iniciativas educacionais e culturais que ajudam a preservar a cultura e a natureza das espécies. Cabo Verde.

Nossas principais linhas de ação incluem: tartarugas marinhas (monitoramento de nidificação de tartarugas cabeçudas, Caretta caretta e estudo de tartarugas verdes juvenis, Chelonia mydas e tartaruga-de-pente, Eretmochelys imbricata), mamíferos marinhos (monitoramento de baleia jubarte, Megaptera novaeangliae na ilha de Boa Vista e coleta de dados de filamentos de cetáceos) e aves (monitoramento da águia-pescadora, Pandion haliaetus, abutres, Neophron percnopterus e várias espécies de aves marinhas).

Também participamos de diferentes atividades de conservação em áreas protegidas (ecossistemas costeiros e pantanais), na definição de manuais de boas práticas para o ecoturismo (tartarugas marinhas, baleias, pássaros e corais) e na realização de atividades de informação, educação e treinamento. ambiental voltado para a população local e visitantes.

CONSERVAÇÃO DE

null
BALEIAS
null
AVES
null
TARTARUGAS
null
EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Voluntários

Qualquer pessoa que esteja ansiosa para ajudar em suas férias ou férias anuais e com um mínimo de condições físicas, pode se voluntariar para a conservação de tartarugas marinhas. Uma qualificação ou habilidade especializada não é essencial para ser voluntário. Mas, se é essencial ajustar as expectativas às realidades, especialmente às condições de permanência e trabalho. Por esse motivo, antes da estadia, haverá uma entrevista ao vivo ou pelo Skype entre o voluntário e os responsáveis ​​pelo BIOS.CV. Posteriormente, a comunicação fluida será mantida e o material de treinamento on-line será fornecido, além do treinamento em campo.

O voluntário é uma peça fundamental neste e em outros projetos por sua contribuição física / intelectual, o que permite que o projeto avance no trabalho de campo e na educação ambiental.

Além do desejo de ajudar, é essencial que o voluntário esteja muito ansioso para aprender, para tornar essa experiência uma das melhores em sua vida, para ver seu sonho se tornar realidade, ou quem sabe se deve mudar sua vida …

Projetos Bios.cv

Boa Vista é a ilha onde a BIOS.CV desenvolve a maioria dos projetos. É a ilha menos povoada (6.000 a 7.000 pessoas registradas) e é caracterizada por ter uma paisagem deserta banhada por praias de areia branca. O litoral tem 60 km de praia e há uma grande biodiversidade marinha. É possível observar sem dificuldade: tubarão-enfermeiro, tartaruga-de-pente, tartaruga-verde, tartaruga-cabeçuda, águia-pescadora ou rabijunco ao longo do ano. Entre março e maio, a baleia jubarte se aproxima de ter seus filhotes ao largo da costa de Boa Vista, e nas ilhotas existem importantes colônias de aves marinhas, como o albatroz. Lugares como o deserto de Viana, o recife de coral da Bahía das Gatas, Morro Negro, Ponta do Roque, as áreas úmidas de João Barrosa, Curral Velho, Santa Mônica, Varandinha, Morro de Areia, … fazem desta ilha um lugar muito muito especial.


X