A Fixação de pequenos navios cruzeiros na Boa Vista ou no Sal

O presidente do conselho de administração da Enapor – Portos de Cabo Verde, Jorge Maurício frisou na sexta-feira 25, a possibilidade, de uma companhia de pequenos navios de cruzeiro fixar uma base de porto na Boa Vista ou no Sal vai diversificar a oferta turística do arquipélago, ainda ele indicou que as pessoas que vêm a Cabo Verde podem utilizar o país como ‘home port’ para fazerem o ‘fly cruise’”, ou seja, especificou, que turistas voam para o Sal ou para a Boa Vista, ficam uns dias, e depois fazem um cruzeiro em Cabo Verde, visitando as outras ilhas.

Este é um serviço turístico do clássico sol e mar com o turismo de cruzeiro interno, que trata-se de uma “oferta complementar, uma combinação”. O presidente do conselho Jorge Maurício afirmou que “Isto de facto vai ter o condão de aumentar a cadeia de negócios e de serviços de todos os operadores da área do turismo”. Enapor constatou que pequenas companhias de cruzeiros estão a demandar Cabo Verde, que é muito importantes para o mercado cabo-verdiano, pois conseguem fazer várias escalas em todas as ilhas do país, ou seja, não ficam confinadas aos dois portos principais (São Vicente e Praia). Atualmente Cabo Verde dispõe entre três e quatro navios por dia a circular em diversas ilhas e portos do país”, e vai entrar mais uma quinta companhia para esse segmento para o ano 2020/2021, é uma  indicação com a proposta da criação de base porto numa das ilhas turísticas, e que vem juntar-se às companhias Noble Caledonia, Poignant, Variety Cruise e Apagloid.

Para além das escalas habituais de navios de cruzeiro de grande porte nos maiores portos do país, de Outubro a Abril, na casa das quatro dezenas, este ano o Porto Grande do Mindelo foi incluído na rota da Volta ao Mundo do navio MSC Magnifíca.

 

Fonte:  inforpress.cv

Outras notícias interessantes

Carnaval Boa Vista 2020

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. E o carnaval da ilha da Boa Vista, em Cabo Verde, vem crescendo e tornando-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu com a ajuda dos bailes de máscaras e desfiles carnavalescos. Não há como negar que o carnaval

Kite Downwind 2020

Um projeto sem fins lucrativos como nenhum outro! O Kite Downwind foi criado há 4 anos com a idéia e motivação para arrecadar fundos para um jardim de infância aqui na ilha de Boa Vista. Cada participante pagou uma "taxa de inscrição" pela participação e o que restou no final foi 100% investido no jardim

Formação Profissional é agora uma realidade em Boavista

Inaugurado no dia 27 de janeiro, é um investimento do Governo através do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Cooperação Luxemburguesa Fundo do Turismo e Câmara Municipal da Câmara Municipal, para acompanhar a demanda da ilha e investir nas pessoas, nas suas qualificações, no seu bem-estar e dá-las as ferramentas para que possam cuidar

As tartarugas marinhas prosperam-apesar dos nossos erros

As tartarugas marinhas enfrentam uma série de ameaças naturais à sua sobrevivência, desde o desenvolvimento de seus ovos até a idade adulta.                                                                   

Visita à ilha de Boavista pelo vice-primeiro e ministro das finanças, Dr. Olavo Correia

News- 27-01-2020 De acordo com a notícia antes publicada sobre o estatuto diferenciado para o titular de segunda residência em Cabo Verde com a emissão do “Green Card” aos estrangeiros, que confere autorização de residência permanente por tempo indeterminado e permite a possibilidade de isenção do Imposto Único sobre o Património (IUP), aos estrangeiros que

A Reabilitação do Forte Duque de Bragança Para transformação do Museu

O Forte Duque de Bragança Construído há 200 anos, no ilhéu de Sal-Rei, na Ilha da Boa Vista, tinha a função de defesa daquele ancoradouro contra os então frequentes ataques de piratas e corsários à ilha da Boa Vista. Em despacho publicado pelo Ministério da Economia Marítima é autorizado o Instituto do Património Cultural (IPC)