Budismo

Budismo (páli/sânscrito: बौद्ध धर्म Buddha Dharma) é uma filosofia ou religião não teísta que surgiu originalmente na Índia por volta do século VI A.C. e abrange diversas tradições, crenças e práticas baseadas nos ensinamentos, o Darma (páli: Dhamma, sânscrito: Dharma), de Siddhartha Gautama, intitulado de Buddha. É dividido em três grandes tradições: theravada (também chamado de hinayana), mahayana e vajrayana (ou tantrayana). Essas tradições englobam as mais diversas escolas budistas como o zen, terra pura, Kadampa o budismo tibetano. É estimado que existam 500 milhões de seguidores no mundo, sendo considerada a quinta maior religião em número de adeptos no mundo.O maior número de seus seguidores encontra-se no oriente em países como Japão,China, Tibete e Tailândia.

budismo.jpg
elefante budismo
menino-sentado-frente-buda
budismo-700x468

Historicamente, as raízes do budismo se encontram no pensamento religioso da Índia antiga durante a segunda metade do primeiro milênio antes de Cristo. Esse foi um período de turbulência social e religiosa, já que havia um significante descontentamento com os sacrifícios e rituais do bramanismo védico. Ele foi desafiado por vários novos ensinamentos e grupos ascéticos, religiosos e filosóficos que romperam com a tradição brâmane e rejeitaram a autoridade dos Vedas e dos brâmanes.

O budismo formou-se no nordeste da Índia, entre o século V e IV a.C.. Este período corresponde a uma fase de alterações sociais, políticas e econômicas nessa região do mundo. A antiga religiosidade bramânica, centrada no sacrifício de animais, era questionada por vários grupos religiosos, que geralmente orbitavam em torno de um mestre. Um desses mestres religiosos, foi Sidarta Gautama, o Buda, cuja vida a maioria dos acadêmicos ocidentais e indianos situa entre 563-483 a.C., embora os acadêmicos japoneses considerem mais provável as datas 448 a 368 a.C. Sidarta nasceu na povoação de Kapilavastu, que se julga ser a aldeia indiana de Piprahwa, situada perto da fronteira indo-nepalesa. Pertencia à casta guerreira (kshatriya).

nascimento de buda

No Livro de Frank Usarski sobre o “budismo e os outros encontros e desencontros entre as grandes religiões”, ele nos faz ver que o budismo sempre teve uma convivência pacífica entre várias religiões, mas a religião que mais tinham conflitos era com a religião católica, com o cristianismo.

Ele aborda diálogos estabelecidos no decorrer da história, que ao princípio os missionários Jesuítas tinham uma convivência pacífica nas regiões onde prevalecia o budismo e religiões politeístas como a China, mas depois de acusações ao missionário jesuíta Matteo Ricci, o imperador Yongzheng (1678-1735), proibiu os cristãos de agir no país asiático.

Mais tarde, com o comércio entre o médio oriente e o ocidente, tanto católicos quanto protestantes voltaram a se instalar na China, outros exemplos são também em países como a índia, siri lanka e japão, onde a violência foi mais vistas contra a população budista, praticada pelos senhores feudais ligados aos cristãos, com a destruição de templos, santuários, monastérios budistas.

Mas por mais incrível que pareça agora a religião budista mantém uma relação bem próxima com o cristianismo se mantendo amigos e com relações de se admirar.

2-licoes-do-budismo-que-podemos-aprender-e-levar-para-nossa-vida-20191126132446.jpg
UM-ENCONTRO-COM-BUDISMO-THERAVADA-TAILANDES
luzes budismo
luzes
X