Fazendo parte de uma pequena lista de momentos e pontos de encanto para visitar na ilha das dunas, encontramos no sopé da montanha, conhecida como Rocha Estância, a aldeia de Povoação Velha, aquela que já foi a capital da ilha até 1810.

Para os mais velhos este é ponto onde nasceu a história de Boavista. A primeira localidade a ser povoada. Uma aldeia de pouca moradia, sempre sossegada, onde os vizinhos se dão muito bem.
Vários turistas são atraídos à esta pequena povoação já que fica próxima de uma das melhores e mais linda praia de Cabo Verde, a praia de Santa Mónica.
Podemos aí conhecer a Capela de Santo António datada de 1800 e a Igreja da Nossa Senhora da Conceição. Apesar de ganhar novas construções, os traços de outrora ainda permanecem vivos na aldeia.

A sua proximidade às praias da Varandinha e de Santa Mónica, a última considerada uma das melhores e mais linda do país, é um convite para a paragem obrigatória dos turistas que procuram praias desertas, fabulosas de água quente, pura e cristalina.

Os atractivos e a posição privilegiada convidam a um investimento no turismo rural, isto é, na aldeia as ruínas do passado, as suas histórias a afabilidade das suas gentes e o ambiente agradável, que culminado com os produtos frescos da agricultura e criação de gado, representam alguns dos ingredientes para um investimento no turismo rural.

Para incrementar o turismo e ter mais meios para atracção turística, nasceu na aldeia o atelier das artes, onde a produção do artesanato genuíno é a palavra de ordem, onde pode encontrar desde chapéus de palha, tecelagem, bijuteria cestaria e olaria, feita com matérias-primas locais e recicladas. Com a criação deste projecto espera-se que a venda de produtos artesanais locais aumente face à venda de produtos artesanais da Costa africana, que fazem fileira em todas as ruas da localidade.

Quem oferece este passeio?